9.2.09

_silêncio do dizer (deusa Muda)

beleza indescritível para meros mortais
mas o que tinha de divino, tinha de prazer no falar
especular fatos e trair deuses, combinações fatais
segredos obscuros revelados, sua língua irão decepar

a aparência não mais conduzia o conteúdo
sem proferir palavras ou emanar sinais de vida
poderia alguém apaixonar-se por um ser mudo
deixada às portas do inferno com a alma ferida?

o destino é cruel, mas é também brincalhão
decepou seu órgão amado e entregou-lhe um coração
seu executor era também poeta, vivia na ilusão
fora, com este mensageiro, descobrir o senso de paixão

o mundo girou, tempo passou, a terra tremeu
escolheram unir-se, o que mais haveria de se fazer?
para eles tudo se manteve, nada os abateu
uns viraram um, apenas pelo silêncio do dizer

Um comentário:

Nathália disse...

Ótimo!
Pra q palavras se o silêncio diz tudo?! Se é ele q expressa a verdade e todos os sentimentos?!