4.1.09

_conversa de botequim (salgado estragado)

"Cansei de comer isso!"

"Cansou de comer ou cansou disso?"

"Qual a diferença? Odeio quando começa com essas perguntas."

"Tudo é diferente. Nada é igual."

"Ontem mesmo você disse que nada se cria, tudo se copia. O que mudou de lá pra cá?"

"Tudo. Obama ganhou a eleição."

"Continuo me surpreendendo. Andou lendo? Isso que é mudança."

"O que será do Iraque agora?"

"Acho que nada. Vão só mudar as tropas de países. Daqui pra cá, só."

"Muda o presidente, muda o alvo. Quando vão derrubar a estátua da liberdade?"

"Não sei. Algum plano?"

"Não... Vai jogar isso fora?"

"Toma! Se bem que quem vai tomar mesmo é o povo daquela região."

"Devem estar acostumados."

"Conformismo é uma praia na qual eu não pretendo surfar."

"Você surfa?"

"Começou com as perguntas de socialização."

"Tem algo que você não odeie?"

"No mundo ou em você?"

"Eu sou seu mundo."

"Tá respondido..."

"Esse salgado tá horrível! Porque não me avisou?"

"Culpa da globalização."

2 comentários:

Nathália disse...

Mto bom!

Espionagem de Flores disse...

Grande Gus!

Ví que tá se divertindo com o experiementalismo nos diálogos...

Bacana!